Publicado por DUAL SOLUÇÕES em Blog, Tecnologia

A criação dessa tecnologia abre janelas importantes para a evolução dos drones visto que, devido ao micro tamanho, podem entrar em lugares minúsculos e até mesmo resistirem melhor a colisões.

Atualmente, se olharmos para os drones, veremos que eles são grandes, barulhentos e pesados. Diante deste cenário e visando uma maior mobilidade, alguns pesquisadores, resolveram reduzir o tamanho destes objetos e transformaram em uma pequena estrutura com o peso 0.6 gramas, aproximadamente o peso de uma abelha, e com o comportamento de “bater de asas” que simula a interação de um inseto.

Este drone minúsculo, através da ação de um ativador, consegue realizar incríveis 500 batimentos de asas por segundo. Por isso ele consegue rapidamente e com maestria se recuperar de colisões e até mesmo realizar pequenas manobras aéreas.

Apesar dos inúmeros desafios de se criar uma tecnologia na proporção de centímetros, é notório o fato de que os avanços que podemos obter são de extrema importância para a evolução tecnológica e a forma que interagimos.

Veja o desempenho do drone: